escritório

gru.a (grupo de arquitetos) é um escritório baseado no Rio de Janeiro. Desde sua formação em 2013 elabora projetos e obras de diversas escalas e naturezas, com especial interesse na interseção entre os campos da arquitetura e das artes plásticas. Paralelamente à prática de escritório, os sócios do gru.a dedicam-se à pesquisa acadêmica e atividades de ensino. ao longo dos últimos anos o grua elaborou projetos e obras de centros culturais, instalações artísticas, teatros, exposições, residências, instituições da área da saúde, intervenções em bens protegidos entre outros.

desde sua formação o escritório teve seu trabalho reconhecido através de diversas premiações e concursos, das quais se destacam: o 1º lugar no concurso nacional de projetos para o edifício acervo da fundação casa de rui barbosa; o 1º lugar no prêmio anual do Instituto tomie othake akzonobel; 1° lugar no prêmio Reynaldo roels jr para instalações artísticas. O escritório vem participando de mostras, exposições e festivais como a bienal de arquitetura de veneza (pavilhão do brasil, 2018) e a bienal iberoamericana de arquitetura (2019). Em 2019 o gru.a foi selecionado entre os 10 finalistas do prêmio DEBUT, concedido pela trienal de arquitetura de Lisboa (2019).

caio calafate é arquiteto pela PUC-Rio (2010) e doutorando no programa de pós-graduação em design da escola superior de desenho industrial da uerj. é mestre em projeto de arquitetura pela PUC-Rio (2015). tem extensão acadêmica na universidade técnica de lisboa. foi editor da revista noz entre 2007 e 2010. seu tcc concorreu ao archiprix 2011, concurso internacional de trabalhos finais de graduação. desde 2015 é professor de projeto do curso de arquitetura e urbanismo da universidade santa úrsula.

pedro varella é arquiteto formado pela fau/ufrj (2011) com extensão acadêmica na escola de arquitetura paris-malaquais e mestre na área de teoria do projeto no pro-arq ufrj (2016). possui formação complementar pela escola de artes visuais do parque lage (eav-rj) onde estudou entre 2007 e 2010. é co-autor do livro rio metropolitano: guia para uma arquitetura, publicado em 2013 com bolsa de pesquisa da FAPERJ. em 2015 foi vencedor do prêmio de arquitetura do instituto tomie othake akzonobel com o projeto cota 10. atualmente é professor de projeto na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFRJ e desde 2015 leciona no curso de arquitetura e urbanismo da universidade santa úrsula.

equipe

andré cavendish é arquiteto formado pela fau/ufrj (2015) com passagem pelas escolas paris-val de seine e ensa versailles. É mestre em urbanismo pelo prourb ufrj (2018). Atualmente é professor de projeto de arquitetura na fau/ufrj. colabora com gru.a desde 2014.

antonio machado é estudante da fau/ufrj com extensão acadêmica no insituto universitário de arquitetura de veneza. colaborou com o escritório monostudio. colabora com gru.a desde 2018.

ingrid colares é arquiteta formada pela puc-rio (2020) com extensão acadêmica na escola da cidade (são paulo). colaborou com os escritórios grupo sp e andrade morettin arquitetos. integrou com bolsa acadêmica o grupo de pesquisa “inquérito portugal: arquitetura, paisagem, território” pela puc-rio. colabora com gru.a desde 2019.